Como provar o vinho e o que buscar em uma boa garrafa

Se você é novo no vinho, podes se perguntar como prová -lo e o que buscar em uma interessante garrafa. Pra começar, aprenda sobre o procedimento de uvas e fermentação. Logo depois, aprenda a respeito do processo de aromas e envelhecimento. Você poderá se surpreender com as diferenças. Se você não conquistar reconhecer um vinho, tente contar seus aromas. Após relatar seu aroma, você poderá provar. Por aqui irão algumas dicas para ajudá-lo a começar.

Uvas

O teor de açúcar das uvas não é um padrão amplamente popular. Não está claro como isto se relaciona com a peculiaridade do vinho. Os vinhos de diversos tipos têm conteúdos de açúcar diferentes. Porém, os cientistas derivaram um sistema de indicadores para estabelecer o teor de açúcar nas uvas. Esse sistema acrescenta indicadores para a presença de ácidos orgânicos, glicerol e fenóis, e também novas características físicas e químicas. Considerando as informações disponíveis, os enólogos conseguem tomar melhores decisões ao decidir quais uvas utilizar para um tipo específico de vinho.

Como provar o vinho e o que buscar em uma boa garrafa 1

Recurso de fermentação

O recurso de fermentação pro vinho é tão antigo quanto a própria humanidade. Foi descoberto no século XIX por Louis Pasteur, que começou a preparar-se fermentação em laboratório. Diversos diversos tipos de fermentação resultam em vinhos de diversas complexidade. Para cada diversidade de uva, um modo diferenciado é usado pra fazer o vinho. Pra formar vinho que tenha o grau direito de dificuldade, você necessita saber como funciona cada tipo de fermentação. Esse postagem fornecerá uma visão geral do processo de fabricação de vinho.

Aromas

Se você deseja aprimorar tuas habilidades de degustação de vinhos, deve saber sobre isto os diferentes aromas do vinho. Estes aromas podem vir de frutas, madeira ou alguma combinação de ambos. Os aromas de frutas estão associados a vinho branco e frutas cítricas. Outros aromas frutados podem ser encontrados no vinho tinto. Além desses aromas frutados, alguns vinhos são capazes de conter aromas secundários. Estes aromas podem ser produzidos por certos processos ou por meio da adição de compostos de enxofre.

Procedimento de envelhecimento

O recurso de envelhecimento do vinho afeta as características sensoriais dos vinhos vermelhos. Os processos de oxidação que produzem aldeídos resultam em transformações pela concentração de compostos de aroma volátil. Os principais compostos são acetaldeído e acetoína. Ambos são gerados pelo metabolismo de leveduras. Acil e 5-metilfurfural são compostos associados a aromas de nozes e frutas. Além disso, esses compostos também estão relacionados ao método de oxidação.

Rótulos

Os clientes confiam nos rótulos do vinho pra comprar informações valiosas. Além de demonstrar a respeito do tipo de vinho e de onde é, os rótulos do vinho são sua principal referência de avaliação. O rótulo do vinho lhe dirá como descrever o tipo de vinho, como fazê -lo e até como é o gosto. Em alguns casos, é a única dica que os clientes têm sobre isso um vinho específico. Assim, como você utiliza? Nesse lugar estão várias das principais dicas pra ajudá -lo a resolver a respeito do vinho direito pra suas necessidades: Eu não poderia esquecer-me de referir um outro blog onde você possa ler mais a respeito, quem sabe prontamente conheça ele no entanto de qualquer maneira segue o hiperlink, eu gosto extremamente do conteúdo deles e tem tudo haver com o que estou escrevendo por este artigo, leia mais em Leia Mais Aqui.

Continue tua pesquisa por mais artigos relacionadas:

Continuar

Leia o Artigo Completo